Notícias

Atos de generosidade

Relato de como o Curso de Férias inspirou uma ação social

“Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em casa e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.” - Atos 2:44-47 (NVI)

Apesar do Curso de Férias de 2021 ter sido online, a região São Paulo e Mato Grosso do Sul decidiu que um grupo local, a ABU Ribeirão Preto (SP), sediaria o evento. Assim, estudantes ajudariam em aspectos técnicos, mesmo não recebendo as pessoas em sua cidade. Antes da reunião de governança do Conselho Regional (CR), o grupo conversou entre si: eles queriam ser mais do que apoio.

Durante o CR, uma participante da Aliança Bíblica de Profissionais (ABP) participou da comissão de eventos e, nele, deu a ideia de o grupo local de Ribeirão organizasse, paralelo ao Curso de Férias, uma ação social que se inspirasse no tema do evento, Testemunhas, e no texto bíblico estudado, Atos dos Apóstolos.

“Surgiu essa ideia de fazer uma ação mais concreta, social. Levei a sugestão para o restante do grupo e começamos a pensar em possibilidades. Decidimos fazer uma campanha de arrecadação de dinheiro 100% online, pois entendemos que, durante a pandemia, fazer postos de coleta ou ir nas casas seria arriscado. Uma pessoa do nosso grupo já foi do Centro de Voluntariado Universitário (CVU) e comentou que poderíamos conversar com o CVU para conhecer as ONGs da cidade”, conta Laís Passinho, da ABU Ribeirão Preto.

O grupo decidiu, então, dar visibilidade a 17 ONGs da cidade ao longo do mês de julho, enquanto incentivava os estudantes a doarem sangue e recursos financeiros. Os compartilhamentos dos posts nas redes sociais definiria qual das entidades receberia 50% dos recursos. A outra metade, determinaram, iria para uma conhecida. "Esta senhora é familiar de um membro de nosso grupo local e passa por tratamento crônico por sequelas de covid-19 e outras doenças prévias. Ela faz fisioterapia, fonoaudiologia, com equipamentos caros que não tem acesso via SUS. Refletimos que não fazia sentido falar de generosidade, beneficiar uma instituição, mas não cuidar de uma pessoa próxima”, explica Laís.

“Achamos que divulgar as 17 ONGs e doar para a mais compartilhada era uma forma interessante de dar visibilidade, já que essa foi uma campanha online e a gente no fim conseguiria beneficiar apenas uma. Assim, ao divulgar as outras as pessoas poderiam doar diretamente e conhecer melhor o trabalho delas. Muitas perderam visibilidade devido ao trabalho remoto na pandemia.”


Apesar da campanha beneficiar uma ONG da cidade, o objetivo da ABU Ribeirão Preto era envolver outros grupos locais, de outras cidades. A campanha, então, foi compartilhada com a microrregião, que ajudou na arrecadação. Dentro do grupo local, muitas pessoas também se mobilizaram. Laís relata:

“Por ser online, a campanha demandou muito trabalho de criação de conteúdo, criamos um grupo com os voluntários responsáveis pelas artes e legendas, que também mostrariam os motivos da campanha e a ligação com o Curso de Férias. Decidimos que falaríamos sobre a importância da generosidade, porque vimos que em Atos esse tema era muito recorrente. Criamos legendas que trouxessem um olhar diferente e mostrassem como a generosidade é um atributo do caráter de Cristo e como tem a ver com o nosso testemunho cristão na sociedade.

O grupo arrecadou mais de 800 reais, compartilhados entre a senhora e a compra de produtos que a ONG afirmou serem os mais necessários.

"A ONG vencedora fica dentro do campus universitário e se chama Projeto GACC (Grupo de apoio à criança com câncer). É uma casa de apoio que oferece estadia, alimento e suporte para crianças e suas famílias que vêm tratar o câncer e não têm onde ficar. Também ajudam crianças que já terminaram o tratamento, mas seguem em situação de vulnerabilidade social”, explica Laís. “No dia da entrega, eles nos receberam super bem e ficaram agradecidos com as doações. Conversamos e explicamos o porquê da campanha e sobre a ABU. Vimos que estavam abertos e tivemos a oportunidade de fazer uma oração. O presidente da instituição ficou muito tocado e disse que em seis anos lá ele nunca viu alguém pedir para fazer uma oração.”

Naquele mesmo dia, a GACC pediu para o grupo compartilhar o link de uma campanha de doação de uma grande rede de fast food. Ao comprar naquele acesso o tíquete, que poderá ser trocado na loja no dia da campanha, todas as doações iriam para a entidade. Os estudantes compartilharam em seus grupos e centenas foram adquiridos, de acordo com a ONG.

“Com certeza a ação social encorajou nosso grupo local de várias formas. Primeiramente, estabelecendo uma campanha 100% online, num meio em que as pessoas estão saturadas, e conseguir construir algo bacana com muitas pessoas envolvidas nos uniu. Também foi um testemunho para as pessoas da nossa faculdade de que cristãos universitários estão preocupados com o contexto local, dando visibilidade às ONGs que precisam e trabalhando em prol delas. Eu, particularmente, acredito que ter um pretexto de fazer algo juntos em prol de alguém ou algo foi maravilhoso. Atos materializou, trouxe uma dimensão prática. E foi bom trabalhar com pessoas do grupo local que eu não estava acostumada e ver como o coração delas é voluntário e criativo. Juntos conseguimos fazer algo bacana para a cidade", compartilha Laís

A assessora da região, Fabi Pereira, nos relatou: "É gostoso lembrar do processo todo, como Deus colocou várias pessoas para viabilizar a ideia e gerou algo concreto. Deus é bom".

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.