Notícias

"Nos lugares inesperados"

A estudante Natália Cortelette, da ABU-Vitória, compartilha suas reflexões a partir da leitura do segundo capítulo do livro "Nem monge Nem executivo".

Da discrição em amar

Em um lugar inesperado foi

me encontraste em um quarto escuro

assim foi.

Fechado os olhos e tapado os ouvidos

resolvi chamar, implorar

desentupi um coração farto.

Bate a porta e eis que o deixo entrar

pede licença pra me amar.

Discreto fala,

e um coração escuta com alívio a doce fala.

Escutastes uma voz, um sinal, uma lágrima

em um quarto escuro me chamaste

me amaste lá

bem no lugar mais inesperado,

esquecido pelo mundo

me encontraste.

Quem poderá escutar

outros gritos internos

nesse mundo afora a caminhar?

Fui chamada pra amar.

Aqueles outros esquecidos

em um quarto escuro estão a me esperar.

Natália Cortelette

 

O Plano de Leitura da Região Leste já está dando frutos!

E você,já começou a ler "Nem Monge Nem Executivo"(Editora Ultimato)?

Participe enviando seus aprendizados, descobertas e sensações gerados pela leitura ou comentando os textos publicados aqui no site. Todos os participantes concorrerão a um prêmio ao final do nosso plano de leitura compartilhada.

Se você não começou a ler, ainda dá tempo de comprar o livro com desconto ou conseguir um exemplar emprestado.É só enviar um email para jeqssia@gmail.com.

Não fique de fora! Divulgue no seu GB!

1 Comentário

Meu Deus! Esse IpL só me deu

Meu Deus! Esse IpL só me deu amiga poeta.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.