Pedidos de oração - Internacionais (Dia Mundial do Estudante)

A seguir, alguns pedidos enviados por estudantes internacionais. Escolha algum país para interceder.  Clique para ser direcionado até o pedido.

(observação: aqui também há pedidos de outros países, em inglês)

Argentina
Estados Unidos
Itália
Moçambique
Porto Rico
Portugal
República Dominicana
Uruguai


Estados Unidos - InterVarsity
Kodi Thompson, Estudante.

Ore pela igreja americana! Conforto e complacência criaram um desânimo mortal na igreja nos Estados Unidos.
Portanto, não se engane, não pense que porque o seu país / movimento é pequeno, pobre, desconhecido, perseguidos, rejeitados, que não tem algo a oferecer. A verdade é que é exatamente o que precisamos.
Então, por favor ore por nós. Para que missionários sejam enviados ao EUA. Para nos desafiar. Nos acordar. Nós precisamos de você.

Chile

Carmen Castillo (Secretário Geral).

Orem pelas manifestações estudantis e a resolução de conflitos entre governo e estudantes. As demandas são muito legítimas, mas a falta de diálogo está aumentando, o que está obstruindo acordos que possam nos fazer crescer.
O movimento ao norte do Chile tem sido fortemente afetado, e os grupos têm diminuído. Precisamos de obreiros para o norte do Chile, que é uma área árida em todos os sentidos ... que o Senhor envie trabalhadores!

Argentina - ABUA
Alejandro Pistilli, estudante

Por favor, interceda:
-Para os estudantes que estão comprometidos com a missão em várias universidades no país. Que o Senhor renove as suas forças.
-Assessores e seus familiares que estão acompanhando os grupos, por sabedoria e criatividade para desenvolver o  trabalho.
-Pelo Escritório Nacional, equipes de trabalho e as finanças do movimento que o Senhor continue a derramar a sua graça sobre nós.
- Para os profissionais que estão aceitando novos desafios, para acompanhar os estudantes e que eles possam ser treinados para o trabalho
- Para a conversão de novos estudantes que estão freqüentando várias células de estudo da Bíblia, e ainda não fizeram um compromisso com Jesus Cristo
- Para novos grupos em novas cidades e os universides país (Mendoza, Rio preto, La Pampa)
- Pelas universidades em que havia grupos e hoje não há nenhum (Tucumán, Salta, La Plata, Bahia Blanca)
- Pelos membros do Conselho de Administração - sabedoria e compreensão.
- Pelas igrejas locais para que eles compreendam e apoiem a missão.

Porto Rico
Gisela Muñoz, obreira

Em Porto Rico há dois grupos: a capital está crescendo e há muitos novos estudantes. Ore para que Deus os forme, de modo que  compreendam a visão do movimento. Ore por sabedoria para o obreiro (Alex) ao discipular os novos estudantes
No outro grupo, Mayagüez, ore para que novos estudantes sejam preparados para dar continuidade ao trabalho. Que os líderes atuais também os auxiliem  após a graduação. Nacionalmente, ore pelo sustento financeiro da obra e pela abertura de novos grupos em outras cidades / universidades.


GBU Portugal

(site do GBU)

Ore para que:
• Os nossos colegas da faculdade estejam com o coração receptivo a ouvir a Palavra;
• Cada um de nós tenha a ousadia para falar da Palavra de Deus;
• Haja consciência da nossa missão nas faculdades;
• Sejamos testemunhas de Cristo, não só pela Palavra que proferimos, mas também pela
forma como a vivemos (o nosso testemunho revelado através das nossas atitudes, sendo
sal e luz no meio acadêmico);
• Termos consciência da nossa dependência de Deus em tudo o que fazemos;
• Não nos deixarmos ser engolidos pelas atividades do meio acadêmico (ativismo) e que
não percamos o foco;
• Haja parceria das igrejas com o GBU

GBU Itália
Sarah Breuel, obreira

- por obreiros italianos (atualmente nao temos nenhum obreiro de campo de tempo integral italiano)
- pelos não cristãos que estão frequentando os grupos de Roma (Daniele, Luca, Isaia, Jessica, Maurizio)
- Por novos grupos no norte da Italia (Bologna, Verona e Milão)
- Pelas palestras sobre os 7 mitos do Cristianismo nas Universidades de Roma
- Pelas campanhas de levantamento de recursos com estudantes, ex-GBU e igrejas que vão começar em dezembro

GBU Uruguai

Ricardo Wesley, secretário geral

Agradecer a Deus:
- pelos 8 grupos em funcionamento no momento;
- pela liderança e iniciativa estudantil, em especial pelo recém-estabelecido Conselho Estudantil, um grupo formado por cinco estudantes que ajudarão a definir as prioridades e estratégias para o futuro do ministério no Uruguai;
 
E interceder por:
- Anderson, Débora, Gabriela, Keissy e Mauricio, os cinco estudantes que compõem o Conselho Estudantil de CBU Uruguai;
- Pelos preparativos para receber no Uruguai, em janeiro de 2012, ao Cone Sul, o evento de capacitação de estudantes líderes para essa região do nosso continente (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai);
- Por Ricardo e Ruth Borges, do Brasil, assessores da ABUB em missão no Uruguai e pelos outros integrantes de uma equipe de assessores voluntários no país;
- Por oportunidades de testemunho e missão nas universidades uruguaias, adequação ao contexto, criatividade e fidelidade.

 ABEMO - Moçambique
de Adilson Bene, obreiro

Interceda:
1.Pela fase de transição no movimento, mudança da diretoria nacional. Que Deus levante pessoas tementes.
2.Pela transição na Secretaria Geral, que Deus nos oriente e nos conduza.
3.Para que Deus providencie sustento financeiro para a viagem de 7 estudantes e 3 profissionais ao seminário de integração entre graduados e estudantes de 27 a 31/Outubro em Gaberone-Botswana.
4.Oremos para que Deus nos encha de coragem e ousadia para testemunhar no meio acadêmico.
5.Pedir que ele nos conduza no processo de reabilitacao do escritorio nacional que em principio inicia dentro dos proximos dias(a papelada, bons tecnicos).
6.Por mais mantenedores para a obra em Mocambique e para que Deus levante mais pessoas que entendam,abracem e se envolvam profundamente com a ABEMO.

 

República Dominicana
Enviados pela estudante Marina Altagracia

Gostaria de pedir oração pela minha Universidade (UASD). Após uma assembleia de professores, iniciou-se uma paralisação. Esta é uma situação muito difícil para nós, porque este foi o semestre em que houve mais greves e paralizações. Possivelmente perderemos o nosso semestre.