Notícias

Oito relatos de experiências de missão

Veja dois vídeos com histórias compartilhadas no Encontro de 60 anos

Como a missão alcança estudantes, serve ao seu contexto e toca na vida das pessoas? Oito convidados responderam essa questão em duas mesas redondas do Encontro de 60 anos (E60), que tivemos em 2017. Para celebrar as seis décadas da Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB), o evento foi recheado de histórias da nossa caminhada e estes são os últimos dois vídeos com o conteúdo do encontro. Os dois anteriores, com histórias da ABUB, podem ser vistos aqui, e os áudios das exposições bíblicas em Filipenses aqui.

Essas mesas redondas foram chamadas de “Experiências de missão” e trouxeram relatos para além da história da ABUB, iniciativas que partiram de dentro do movimento para fora. No primeiro vídeo ouça sobre o trabalho que Antonia Leonora Van der Meer teve de encorajar a elaboração de estudos bíblicos pelos próprios estudantes, usando como modelo o Estudo Bíblico Indutivo (EBI). José Miranda Filho também compartilha sobre o Projeto Castelão, trabalho de diaconia que levou educação para uma comunidade cearense (leia mais aqui), e Ageu Heringer Lisboa fala sobre a criação e o papel do Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos (CPPC).

Já no segundo vídeo ouvimos o testemunho de Matheus Shibakura, alcançado para Cristo por meio da recepção de novos estudantes feita por um grupo local da ABUB (leia mais aqui). Keila Lin nos conta sobre uma iniciativa da ABU Belo Horizonte (MG), a Semana do Cristianismo, e Fabi Pereira compartilha sobre o intercâmbio entre a ABUB e a NKSS, o movimento norueguês, no qual ela pode também servir e conhecer o FOCUS, movimento missionário estudantil queniano. Por fim, duas obreiras atuais da ABUB, Morgana Boostel e Nilsa Oliveira, compartilham sobre como colocaram a noção de serviço em prática: Morgana participando da Rede Fale e Nilsa do cursinho popular Didaquê.

1. Experiências de missão I - 1957-1987

2. Experiências de missão II - 1987-2017

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.