Notícias

Imersão à vista

Amanda e Lewanne são as novas intercambistas ABUB-NKSS

Já temos as próximas intercambistas que representarão o Brasil e a ABUB na Noruega em 2020-2021: Amanda Souza e Lewane Barbosa, das regiões Nordeste e Minas Gerais, respectivamente! Elas partirão em agosto de 2020, quando terão aulas na escola Hald Internasjonale Senter. Depois, servirão o movimento estudantil norueguês, NKSS, também conhecido por Laget. Ao fim do programa, retornarão para o Hald e estarão de volta ao Brasil em junho de 2021.

Amanda Souza é estudante de pedagogia na Universidade Federal de Alagoas, onde ela também faz curso técnico em dança. Ela se graduará em julho, bem a tempo de participar do intercâmbio. A futura pedagoga conta que se interessou pelo programa pela oportunidade de servir a um movimento como o nosso, porém de contexto cultural diferente. "O Intercâmbio oferece uma oportunidade de diálogo e compartilhamento de conhecimento com várias culturas. Acredito que esse ambiente possibilita grande crescimento por meio da imersão cultural", compartilha.

"Muito do que eu sei sobre a Noruega aprendi por meio da leitura ou conversa com amigos, então estou bem ansiosa para aprender as características da cultura na vivência diária, e quero muito aprender norueguês. Quero aprender também a sobreviver ao frio da Noruega", conta em meio a risos.

Integrante da diretoria local da ABU Maceió (AL), Amanda também concluirá em julho dois anos de serviço na Diretoria Nacional da ABUB como diretora adjunta de ABU. No retorno, ela e sua companheira terão o compromisso em servir o movimento por pelo menos um ano.

Lewanne Barbosa, que atuou como diretora regional de Minas Gerais, formou-se em 2018 em Engenharia Ambiental na Universidade Federal de Itajubá, campus Itabira (MG). Originária de Governador Valadares, ela conheceu a ABU no final de seu primeiro ano de graduação e já envolveu-se na reestruturação do grupo local.

Sobre o interesse em ir para a Noruega, Lewanne conta que surgiu ao servir na ABUB. "Todas as experiências que tive dentro da missão estudantil fizeram com que meu relacionamento com a criação e com o criador fosse inspirado de uma forma irreversível. Percebi que essas experiências renovavam meu engajamento e abria as portas para que pessoas ao meu redor se engajassem também. É com esta perspectiva que quero ir para o intercâmbio", explica.

"Eu entendo o intercâmbio também como um tempo de imersão. É por isso que espero me dispor ao serviço sem reservas, colocando as minhas habilidades e ânimo à disposição do movimento estudantil na Noruega."

Ansiosa por saber como é este encontro de várias nacionalidades reunidas pelo cristianismo, Lewanne afirma: "Que oportunidade incrível de ter a mente transformada por meio de uma série de vivências no movimento estudantil de outro país!" Ela adiciona: "Quando estamos no meio do mar turbulento, é difícil lembrar que existe praia. Mas é assim que o Senhor tem me ensinado que quem comanda o tempo na minha vida é ele. Espero que nesse tempo na Noruega minha fé seja fortalecida, experimentando a paz e o farol que ele é em qualquer circunstância, idioma ou cultura."

Acompanhe

Ore por Amanda e Lewanne nestes próximos seis meses de preparação e transição! Interceda para que Deus cuide de seus corações e as capacite para aprender e servir enquanto estão na Noruega.

Para acompanhar as atuais intercambistas e depois Amanda e Lewanne, fique de olho no perfil delas no Instagram @barcaboreal e Facebook.

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.