Notícias

Curso de Formação Missionária: Chamados para casa?

Por quatro semanas, entre os dias 14 de junho a 11 de julho, o curso terá abrangência nacional e será online

*Por Karen Aquino e Heitor Barboza, assessores da região Minas Gerais

Chamados para casa? Vivência missionária a partir de muros caídos

Enquanto movimento estudantil missionário, na ABUB nós temos uma visão clara: Estudantes que formam comunidades de discípulos, transformados pelo evangelho, e que impactem o mundo estudantil, a igreja e a sociedade para a glória de Cristo.” Para cumprir essa visão, nós buscamos alcançar alguns objetivos. Dentre eles, está a busca por uma formação de qualidade para os estudantes do movimento.

Geralmente, trabalhamos com uma série de encontros de formação anuais, desde o âmbito local ao nacional. Neste ano, porém, lidamos com um cenário adverso. Diante da pandemia da covid-19, a realidade é muito diferente de anos anteriores. Por conta das medidas de isolamento social, a maior parte das escolas e universidades brasileiras, nosso maior campo missionário, se encontra fechada. Enquanto movimento nós sentimos diretamente estes impactos. Iniciamos o ano com muitos planos e expectativas para a formação e encorajamento dos estudantes para a missão, mas diante desta nova realidade nos deparamos com a necessidade de cancelar todos os eventos presenciais neste momento. Isso nos deixa com uma grande preocupação: Como investir na formação dos estudantes sem a possibilidade de nos encontrarmos pessoalmente?

Ao longo dos últimos meses, os obreiros da ABUB, assim como os próprios estudantes, diretores regionais e nacionais, têm se dedicado a pensar em alternativas para que a missão estudantil continue sendo realizada mesmo neste contexto. Diversos grupos locais têm feito  encontros de estudo bíblico, oração e oficinas on-line. Os Conselhos Regionais foram realizados através de plataformas virtuais e a Assembleia Geral também ocorrerá através do uso destas.

Sobre o Curso de Formação Missionária

Pensando especificamente na formação desta geração de estudantes foi proposto o Curso de Formação Missionária (CFM), um curso de formação on-line de abrangência nacional, para todos os grupos do movimento. Através dele, buscamos encorajar os estudantes que já estão envolvidos com a ABUB e gerar engajamento de novos estudantes, além de oferecer uma oportunidade de formação àqueles que não puderam e não poderão participar de nenhum encontro de formação presencial neste ano.

“Chamados para casa? – Vivência missionária a partir de muros caídos” foi o tema que escolhemos. Vamos trabalhar com exposições e devocionais diárias a partir dos livros de Esdras e Neemias, que narram os acontecimentos do início do período pós-exílico. Em ambos os livros, vemos o povo voltando do cativeiro guiado por Deus e chamado a executar projetos audaciosos: a reconstrução do templo (em Esdras) e do muro de Jerusalém (em Neemias).

Ao olhar o contexto destas duas narrativas, podemos encontrar algumas semelhanças com o nosso tempo. Em primeiro lugar, estes dois livros tratam do retorno para casa. Os cativos retornaram para Jerusalém após 70 anos de exílio, enquanto nós também voltamos para casa, mas em outro contexto e sentido. Precisamos ficar em casa pela nossa própria segurança e a de outros. Em ambos os casos, a casa não representa simplesmente um lugar de acolhimento e cuidado. A casa à que voltaram Esdras e Neemias, e a qual nós voltamos, não é mais a mesma. Jerusalém se encontrava destruída. Nossas casas representam um lugar de isolamento também de um contexto destrutivo.

Em segundo lugar, observamos um contexto de medo e insegurança. O povo de Deus temia a oposição e o ataque dos inimigos; nós tememos por nossa saúde e de nossos familiares. Em ambos os casos há uma atmosfera de incerteza sobre o futuro e as pessoas temem por suas famílias, sustento e segurança.

Porém, há ainda uma terceira semelhança, talvez a mais difícil de enxergar. Os israelitas no Antigo Testamento retornam diante de um chamado de Deus. O povo é chamado à reconstrução do templo e dos muros, por Deus. As ações do povo, bem como o ensino dos profetas nesse contexto estava embasado numa necessidade de obediência ao Deus que conferia identidade, terra e libertação a este povo.

E nós? Será que nós voltamos para casa apenas em resposta a uma ameaça? Acreditamos que não! Acreditamos que se este é o contexto em que vivemos, é nele que Deus nos chama a uma vivência do seu Reino. Cremos que esse momento pode (e deve) ser importante para revermos práticas, tratarmos nosso coração e nos prepararmos para o retorno às nossas atividades regulares. A nossa economia pode parar, as escolas e universidades podem fechar, mas nosso Deus continua falando e atuando em todo e qualquer contexto. O que será que podemos aprender a partir desta antiga narrativa do povo de Deus?

Informações gerais

O CFM ocorrerá durante quatro semanas, durante as quais trabalharemos com diferentes atividades de formação. Nós teremos exposições bíblicas em Esdras e Neemias, palestras referentes a nosso contexto social e missionário, materiais devocionais em Esdras, Neemias e Salmos, lives com entrevistas, iniciativas artísticas e apresentações de projetos internos do movimento, grupos de oração e uma série de oficinas. Cada semana de evento será orientada por uma ênfase que encontramos nos livros bíblicos estudados e as exposições e devocionais estarão associadas a estas ênfases.

O encontro ocorrerá entre os dias 14 de junho e 11 de julho. Será gratuito e aberto a todos os estudantes do movimento, porém será necessário fazer inscrição com antecedência. As inscrições ocorrerão entre os dias 1 e 7 de junho, em link a ser divulgado em breve. As principais plataformas para a realização do curso serão: Google Meet, YouTube e Instagram. A organização logística do curso está sob a responsabilidade da região Minas Gerais.

É importante ressaltar que contamos com o compromisso de todos que se inscreverem e esperamos que encarem o curso com a mesma seriedade com que encaramos um encontro presencial. Logo, busque se inscrever apenas nas oficinas que realmente pretende participar, além de se envolver com as demais atividades do curso.

Nas próximas semanas iremos disponibilizar novas informações a respeito da programação e dos convidados, portanto, fiquem atentos às redes da ABUB e da região Minas Gerais.

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.