Uma volta pelo movimento

De 1962 a 2012... Buscando andar como Ele andou!

“Quanto a vocês, cuidem para que aquilo que ouviram desde o princípio permaneça em vocês. Se o que ouviram desde o princípio permanecer em vocês, vocês também permanecerão no Filho e no Pai”.

“Os que obedecem aos seus mandamentos permanecem nele, e ele neles. Deste modo sabemos que ele permanece em nós: pelo Espírito que nos deu”. 

  (João, em sua primeira epístola, 2.24 e 3.24, respectivamente)

Este foi exatamente o título que utilizamos na carta de boas vindas aos participantes do CN 2012, que aconteceu entre os dias 07 e 10 de Junho, em Campinas (SP), sob o tema: “Andar como Ele andou”.

Minha avaliação é a de que este encontro foi histórico. Não num sentido “exclusivista” da palavra, como se os anteriores não o fossem, mas “inclusivista” – mais uma vez Deus nos concedeu o privilégio gracioso de testemunharmos Sua ação na direção e condução deste movimento estudantil.

Passaram-se exatos 50 anos desde a realização do primeiro Congresso Nacional do movimento que então se chamaria Aliança Bíblica Universitária do Brasil – ABUB, em Abril de 1962! E mais uma vez estávamos juntos, estudantes, profissionais e obreiros, buscando celebrar a fidelidade de Deus em nossa caminhada e buscar inspiração para nossa tarefa missionária. Pela graça de Deus, com todas as conquistas e fracassos de um movimento cinquentão!

Literalmente “ao redor da mesa”, uma vez que os participantes assistiam à programação em pequenos grupos assentados em mesas, lançamos nossa atenção para a primeira epístola do apóstolo João, atentando para prática da verdade que ganha corpo e voz na manifestação de uma vida cristã autêntica, que persevera e testemunha seguindo os passos de Jesus.

Palestras e discussões em grupo completavam a programação das manhãs e, durante as tardes, a reflexão ficava por conta de mesas de diálogo, constituídas por estudantes e profissionais. Esses momentos foram muito valiosos e nos ajudaram a refletir sobre as implicações e desafios de “andar como Jesus andou” nos vários espaços da nossa vivência comunitária e missionária, seja na sociedade ou no mundo estudantil.

Houve espaço também para celebração! Olhar para a nossa história, encarnada na vida de homens e mulheres, profissionais e estudantes, de várias gerações, que buscaram e buscam “andar” a partir e na direção do modelo vivencial e relacional de Cristo. Entre tantos testemunhos marcantes, foi emocionante presenciar, por exemplo, o encontro entre dois abeuenses do ITA (São José dos Campos – SP), um deles ainda estudante e o outro graduado em 1958!

As presenças de Ricardo Wesley Borges e Ziel Machado, ex-obreiros e ex-secretários gerais da ABUB, foram muito significativas. Ricardo e sua família estão no Uruguai desde 2007, servindo ali como missionários da IFES. E a partir deste ano, devido a algumas mudanças estruturais em andamento no movimento internacional, Ricardo está novamente integrado ao quadro de obreiros da ABUB, continuando no Uruguai em caráter especial para ajudar no fortalecimento do ministério estudantil daquele país.

Ziel, depois de vários anos servindo a secretaria regional da IFES na América Latina, neste ano parte para novos desafios ministeriais, conjugando de forma mais intensa a atividade pastoral com a preparação teológica de novas gerações. Queremos registrar e expressar mais uma vez nossa gratidão ao Ziel, como movimento, por tantos anos de entrega e serviço junto ao ministério entre estudantes na ABUB e na IFES. Sem dúvida, nos sentimos gratos a Deus, não só pelo que passou, mas também porque teremos o privilégio de continuar próximos ao Ziel nos anos que virão!

Tanto em relação ao Ricardo, como ao Ziel, podemos dizer: vida longa a essas parcerias!

Outra transição importante que nos cabe incluir neste resumido relato diz respeito à mudança ocorrida na presidência da ABUB. José Miranda Filho, que ocupava esta função há oito anos, deu “passagem ministerial” à Raquel Bergária, então nossa 2ª Vice Presidente. Houve oportunidade para uma bonita e coletiva homenagem ao Miranda, mostrando nossa gratidão a Deus pela sua vida e pelo seu ministério de mais de três décadas junto à ABUB! Ele também parte agora para uma nova fase de vida e ministério, mas nos alegra saber que seus planos incluem, claro, uma continuidade de serviço e proximidade junto ao ministério estudantil.
          
Devemos nos sentir privilegiados e gratos ao Senhor por sermos testemunhas e protagonistas do desenrolar da história do Reino de Deus entre os estudantes no Brasil.

Será que daqui a 50 anos as futuras gerações também lembrarão e farão comentários sobre este CN 2012 e os fatos que ali tiveram lugar? Não temos como saber. Mas, uma coisa podemos desejar e perseguir: que nós, e aqueles que vierem depois, busquemos com todo o nosso ser andarmos como Jesus andou!

Que a graça de Deus seja conosco.

Reinaldo Percinoto Junior
Secretário Geral da ABUB