Intercessor

Intercedendo pelas "Riquezas Reais"

"Deus não é banco", respondeu uma amiga de uma de nossas assessoras ao ouvir a expressão "Deus lhe pague em dobro" depois de ajudar uma pessoa. Podemos até concordar com ela, mas como será que realmente vemos a relação entre Deus e nossos recursos? Cremos e falamos que tudo o que temos pertence a Deus, mas é grande nossa dificuldade de deixá-lo guiar e usar conforme sua vontade os bens e talentos que estão conosco.

Temos relutância, por exemplo, em ajudar os outros. Queremos controlar os recursos, para onde vão e como são usados. Às vezes não queremos gastar muito no prato de comida de um mendigo, mas não demoramos em escolher um bom restaurante para nós. Outras vezes, até doamos com generosidade, mas esperamos algo em troca. Seja o "dobro" do dito popular ou o que consideramos "sustento básico", mas está dentro do nosso padrão, e não do que Deus nos promete (Lucas 12:22‭-‬23). Não é preciso ser financeiro, esperamos também reconhecimento público de algo que Jesus nos ensinou a fazer discretamente (Mateus 6:1-4). Isso sem contar com a soberba, a sensação de sermos "bons" ao doar ou ajudar alguém. "Eu fiz minha parte", pensamos.

Saber estender a mão e desprender de nossos recursos financeiros, tempo e talento não deve vir da segurança financeira (Lucas 12:15) ou da expectativa do que Deus fará se formos generosos, mas da alegria em participar da ação do nosso Pai na história dos outros. Repassamos o que já é de Deus para onde ele quer atuar, não onde achamos melhor. E é ele quem nos convida a fazer parte disso! Assim, participamos do Reino de Deus e construímos nosso tesouro nos céus:

“Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar o Reino a vocês. Vendam o que têm e deem esmolas. Façam para vocês bolsas que não se gastem com o tempo, um tesouro nos céus que não se acabe, onde ladrão algum chega perto e nenhuma traça destrói. Pois, onde estiver o seu tesouro, ali também estará o seu coração." Lucas 12:32‭-‬34 (NVI)

Lições como estas serão estudadas pelos participantes do Acampamento de Verão e do Instituto de Preparação de Líderes no próximo mês de janeiro. Os eventos, antecedidos pelo Conselho Diretor, acontecerão em Vila Velha (ES) sob o tema "Riquezas Reais". Durante dezembro, os participantes se preparam com leituras, resenhas e estudos bíblicos, além da mobilização de recursos para pagarem inscrição e passagens.

A reflexão sobre generosidade, participação no plano de Deus e dependência nele, também é importante para aqueles que trabalham na ABUB. Nos últimos meses, todos têm trabalhado tanto nos orçamentos para 2018 quanto na mobilização de recursos, buscando novos doadores. Além do fundo geral que precisa em média mais 10 mil reais mensais para o próximo ano, três regiões estão deficitárias e outra pode ficar. Embora a perspectiva financeira seja complicada, queremos reafirmar nossa confiança no Deus que nos sustenta e que chama cada um dos nossos doadores a percorrer este caminho conosco. Nos últimos Intercessores, oramos por generosidade e novos doadores, e agradecemos por aqueles que já tem sido fiéis coparticipantes da missão. Desta vez, queremos orar para que, independente da situação financeira de 2018, possamos continuar no trabalho de Deus nas escolas e universidades do Brasil, buscando as riquezas reais, aquelas que vêm do Reino de Deus, no nosso dia a dia.

“Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito. Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as riquezas deste mundo ímpio, quem confiará as verdadeiras riquezas a vocês? E se vocês não forem dignos de confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês?" - Lucas 16:10‭-‬12 (NVI)

Ore conosco pelos motivos abaixo:

  • Para que possamos seguir com o trabalho missionário entre os estudantes de todo o país, confiando que Deus nos sustentará e nos dará sabedoria nas decisões quanto ao trabalho e às finanças. Para que sigamos fiéis ao chamado, com o coração firme no tesouro nos céus, e administrando corretamente o desafio e talentos que Deus colocou em nossas mãos.
  • Pela sustentabilidade financeira em 2018 e sabedoria ao planejar e executar nosso orçamento. Que Deus nos envie o sustento necessário para cumprir os planos que ele tem para nosso movimento.
  • Pelos preparativos para os eventos formativos de janeiro. Além de todo o processo de inscrição e administração, os participantes estarão elaborando estudos bíblicos e resenhas dos livros indicados. Ore para que possam aprender nesse processo e cheguem prontos para estudar ainda mais da Palavra de Deus. Interceda também por aqueles que não conseguem arcar com os custos dos eventos e da viagem levantem recursos e doações e não deixem de estar conosco em janeiro.
  • Pelo Conselho Diretor que acontecerá entre os dias 13 e 14 de janeiro. Para que o encontro de governança tome decisões de acordo com a vontade de Deus para o nosso movimento.
  • Pelo Acampamento de Verão (14 a 21 de janeiro). O evento de formação voltado para secundaristas reunirá abessenses de todo o Brasil para estudarem o Evangelho de Lucas e aprenderem sobre a missão, voltando melhor preparados para alcançar outros estudantes em suas escolas. Ore pela equipe e pelos participantes, que eles possam voltar para suas casas realmente inspirados, impactados e transformados pela Palavra de Deus, seguros de seus chamados para a missão. Que estes "aventureiros" inspirem outros a envolverem-se com a Aliança Bíblica de Secundaristas e participarem dos eventos da ABUB.
  • Pelo Instituto de Preparação de Líderes (14 de janeiro a 1º de fevereiro). Nosso principal e mais longo treinamento reunirá pouco mais de 60 estudantes universitários e profissionais de todo o Brasil para estudarem também o Evangelho de Lucas. Ore pelos responsáveis, palestrantes e pelo estudo da Palavra, para que Deus os guie e use para falar e capacitar cada um. Interceda por estes, para que possam aprofundar sua fé e aprender aquilo que Deus preparou para cada um deles; e que ao retornarem sirvam aos seus grupos locais e regiões com excelência e certos de seus chamados.