Blog da ABUB

10/11 | Testemunho: “Quantos passaram pela ABUB antes de mim?”

Semana da Generosidade: Entre os dias 7 e 13 de novembro de 2019 realizamos esta campanha para meditarmos sobre a generosidade bíblica e crescer enquanto indivíduos e um movimento missionário generosos. Em recursos, compartilhamos um material que os grupos podem aplicar ao longo dessa semana. Aqui no blog e nas redes sociais, haverá um texto diferente para cada dia. Acompanhe! Seja generoso!

Por David Lenon Vasconcelos, da ABU Salvador (BA)

No ano de 2019 participei do Instituto de Preparação de Líderes, treinamento de três semanas no qual a última contém uma parte prática. Eu fui para o lugar em que eu mais queria estar: no escritório nacional. Estar em contato com boa parte do acervo histórico, administrativo e com pessoas que trabalhavam lá foi uma dádiva para quem só conhecia o movimento a nível regional.

Uma de nossas missões era arrumar o arquivo histórico da ABUB. Tendo contato com esses arquivos fui começando a ver a evolução do movimento com o passar dos anos. Comecei a refletir em quantas pessoas passaram pelo movimento antes de mim e quantas delas se dedicaram no sustento do movimento para que ele permanecesse até hoje. Isso também me fez pensar como cada pessoa é importante e como cada uma pode ser generosa e abençoar o movimento.

Lembrei da história de Neemias, quando o mesmo soube das dificuldades em que se encontrava Jerusalém: tinha as suas muralhas e portas destruídas. Imbuído do sentimento de querer reverter essa situação, Neemias pediu ajuda a várias pessoas para que seu objetivo fosse concluído e conseguiu. A generosidade dele em largar o emprego temporariamente para reconstruir os muros estimulou a de outras pessoas que também se sensibilizaram com a causa. Graças a esse estímulo, e, consequentemente, à ajuda de outras pessoas, o objetivo dele se cumpriu.

Voltando à nossa realidade, podemos fazer o mesmo na ABU. Neemias sabia do que precisava pois planejou bem a construção dos muros. Sabendo dos recursos, ele podia pedir para as pessoas que teriam como ajudá-lo, como o rei. O mesmo se aplica à ABUB.

De que necessitamos? Quem pode nos ajudar? São perguntas que devem ser feitas. Precisamos de recursos para sustentar nossos obreiros e podemos consegui-los com pessoas generosas que se importam com a nossa causa, assim como o rei e os moradores de Jerusalém se importaram com a necessidade de reconstruir os muros da cidade. Se fizermos tudo de forma organizada e tivermos o mesmo desejo fervoroso no coração de sustentar o movimento estudantil, poderemos alcançar nossos objetivos como o profeta Neemias alcançou o dele. Minha oração é que nos inspiremos nessa história e façamos a diferença por meio da generosidade.

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.