Blog da ABUB

Seja um mensageiro da paz em meio a guerra

Por Lia do Valle, assessora da Aliança Bíblica de Secundaristas

"Respondeu Jesus: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos nele morada. Aquele que não me ama não guarda as minhas palavras. Estas palavras que vocês estão ouvindo não são minhas; são de meu Pai que me enviou. Tudo isso lhes tenho dito enquanto ainda estou com vocês. Mas o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse. Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo." - João 14:23-27 (ACF)


Você já se esqueceu da tragédia em Suzano? Desde que o pecado entrou no mundo estamos em guerra. Quando Adão e Eva decidiram viver por suas próprias decisões deu-se início a essa interminável guerra. Eles vivenciaram a dor de um dos filhos ser assassinado pelo outro. Vemos ao longo da história como essas guerras tem se desencadeado. Guerra consigo mesmo, com o próximo, entre pai e mãe, marido e esposa, homem e mulher, entre irmãos, entre tribos, entre países.

Umas das diversas tragédias que assistimos no ano de 2019 sem poder fazer nada, foi na cidade de Suzano (SP), em que um adolescente e um jovem assassinaram a sangue frio três adultos e cinco adolescentes. Na correria do dia a dia esses fatos acabam no esquecimento e seguimos nossas vidas. A pergunta que nos resta é: o que nós, enquanto adolescentes e jovens cristãos, podemos fazer para mudar essa realidade ou mesmo encarar esses fatos tão marcantes?

Como seguidores de Jesus Cristo podemos mudar a nós mesmo e as pessoas ao nosso redor trazendo uma mensagem de paz. Sendo agentes pacificadores. As mortes e guerras não vão parar de existir, pois nem todos amam o Pai, mas nós podemos ser agentes de transformação porque nós o amamos. Podemos servir as pessoas ao nosso redor, tendo o mesmo olhar que Cristo teve. Podemos fazer atos que manifestam a mensagem de paz e amor que aprendemos do Pai. Podemos levantar assuntos que os demais tem medo de levantar, sempre sob a ótica da Palavra. E assim trazer reflexões dentro das nossas salas de aula, nas conversas com os amigos, nas brincadeiras.

Nos últimos dias de Jesus Cristo na terra, ele deixou a sua mensagem para seus discípulos. A mensagem que está escrita acima também é para você, pois você também é seu discípulo. Além da sua mensagem, deixou o Consolador que habita dentro de nós. E nesse momento que vivemos hoje temos o Consolador, aquele que enxuga todas as nossas lágrimas e nos dá esperança para ser resposta a esta geração sem esperança. Por isso, eu e você devemos rogar ao Consolador que nos ilumine e nos dê a ousadia para compartilhar em nosso dia a dia a mensagem da paz.

Quem vai levar essa mensagem para a Escola Raul Brasil? Quem levará mensagens de esperança e vida para nossos colégios? As escolas precisam de esperança, precisam de vida, precisam de uma mensagem que traga paz e que confronte o medo e nos ajude a vencê-lo diariamente com a ajuda de Jesus Cristo.

Vocês, os adolescentes de nossas igrejas, conhecem a Jesus Cristo e o Consolador habita em cada um. São vocês que levarão a mensagem de esperança e paz para as salas de aulas, os recreios, as ruas, os shoppings e as brincadeiras. Sim, é você! Ele o chama e capacita.

A igreja, como corpo de Cristo, deve incentivar, treinar, capacitar, dar autonomia aos adolescentes para serem protagonistas da mensagem de Jesus Cristo, a mensagem de paz e esperança. Nas reuniões de oração, nas células, nos estudos bíblicos, nas Escolas Bíblicas Dominicais, é nesses espaços que os adolescentes e jovens devem ser desafiados e ensinados (ou treinados).

E nós, da Aliança Bíblica Secundarista, estamos à disposição para recebê-los em nossos treinamentos e encontros para também apoiá-los nessa formação.

Seja você a resposta para seus colegas que hoje estão com você, e talvez amanhã não estejam mais. Jesus Cristo é a única esperança, ele é a paz, e tira o medo dos nossos corações.

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.